0304  matéria(s) localizada(s) . Exibindo página 1  
29/1/2023
JOÃO E A ESMERALDA
Acadêmico: Gabriel Chalita

Um pouco da minha Esmeralda estava ali, no encantamento de encontrar pessoas e no escolher as palavras para oferecer amor.
22/1/2023
A CASA VERDE DA RUA DE TRÁS
Acadêmico: Gabriel Chalita

Na casa verde da rua de trás, moram alguns mistérios que só quem aceita entrar conhece.
16/1/2023
O FILHO DO JORGE
Acadêmico: Gabriel Chalita

Fui visitar meu compadre Jorge. Falamos das insanidades. Dos que lideram pelo ódio e que autorizam os ódios acumulados
9/1/2023
NÉLIDA PIÑON, UMA MULHER, UMA OBRA, UM TEMPO
Acadêmico: Gabriel Chalita

Poderia dizer dos seus prêmios, dos seus títulos acadêmicos, das tantas traduções de seus textos, da trajetória da primeira mulher a presidir a Casa de Machado de Assis.
2/1/2023
A VOCAÇÃO E O ANO NOVO
Acadêmico: Gabriel Chalita

Quero prosseguir sonhando com habitantes de minha memória. E agradecendo os tropeços e as relvas poéticas que me trouxeram até aqui.
27/12/2022
UM NATAL DE AMOR
Acadêmico: Gabriel Chalita

E uma criança nasceu dentro de quem já está nascido, mas que precisa relembrar o sentido do nascer.
18/12/2022
O SORRISO DE JONAS
Acadêmico: Gabriel Chalita

O belo do sorriso de Jonas prossegue existindo.
12/12/2022
SOU UM HOMEM COM INTERIOR
Acadêmico: Gabriel Chalita

ive algozes de que não me lembro. Vivi dores que se foram com as águas que limpam a vida de vidas que se cruzam com as nossas e que, por algum descuido, não oferecem amor. Aos noventa anos, poderia acumular mágoas e colecionar dissabores. O sabor que alimenta é outro.
5/12/2022
AS DEVASTADAS PAISAGENS
Acadêmico: Gabriel Chalita

Ela foi o meu primeiro amor. Eu tinha acabado de completar 18 anos. Tudo o que havia experimentado, antes, era rio. Ela era mar.
21/11/2022
MACHUCADURAS
Acadêmico: Gabriel Chalita

Dizem que o tempo embaralha novamente o jogo e outros dias nascem. Mas, como autorizar o dia, se a noite ainda não se explicou?
14/11/2022
GAL COSTA, LUZ DO SOL
Acadêmico: Gabriel Chalita

Gal não tem fim, ela está agora mesmo cantando alegria dentro de mim. "Festa do interior!"
6/11/2022
TERRA À VISTA
Acadêmico: Gabriel Chalita

"Terra à vista" foi a frase que algum dos descobridores teria dito. Descobridores de uma terra há muito descoberta. Do exemplo histórico, fiquei pensando na vida. 
23/10/2022
O EMBELEZADOR DE COTIDIANOS
Acadêmico: Gabriel Chalita

Sou também músico. Ouço no piano, no som que construo, no dedilhar da minha alma, as almas da humanidade inteira.
16/10/2022
O TÚMULO DE AMÉLIA
Acadêmico: Gabriel Chalita

Quis ir até ela para agradecer. Levar um presente. Falar dos alívios, quando somos capazes de amar.  Nunca fui. E já era jovem feito, quando soube do seu falecimento. Um pouco antes de minha mãe.
9/10/2022
PARA MINHA PRIMA, EUGÊNIA
Acadêmico: Gabriel Chalita

Peço que compreenda o meu afastamento já que não compreendo o afastamento da sua razão.
27/9/2022
ANIVERSÁRIO DO GONZAGUINHA
Acadêmico: Gabriel Chalita

No aniversário do Gonzaguinha, quero aniversariar a decisão inegociável de não jogar fora a esperança, de não cultivar nenhum preconceito, de desalojar a mentira e as arrogâncias, de celebrar um tempo de bondade que está sempre pronto para nascer.
18/9/2022
A FUNDURA DO POÇO
Acadêmico: Gabriel Chalita

Caí no cadafalso da reciprocidade do amor. Não ouso julgar o que ela sente ou o que ela sentiu. Não cabe a mim os esconderijos da alma do outro.
12/9/2022
A DOR QUE FICOU
Acadêmico: Gabriel Chalita

Há algo em mim que ensaia alguma esperança. Há amores que nascem na maturidade.
30/8/2022
A FORMATURA DA MINHA FILHA
Acadêmico: Gabriel Chalita

O sol ama o que aquece. Sem exigir reciprocidades nem impedir os imperfeitos do seu calor. Nos erros também desabrocham acertos.
21/8/2022
O FOGÃO DE PALAVRAS
Acadêmico: Gabriel Chalita

Ouço os que já se foram da minha vida. A voz de meu pai dizendo "Paciência, filho" é ainda canção em mim. Paciência, o fogo do amor aos poucos vai amolecendo as maldades que desafinam o mundo. 
15/8/2022
O TOCADOR DE SINOS
Acadêmico: Gabriel Chalita

Os meus amanheceres eram assim. Acordar e acordar a cidade para o sagrado.
7/8/2022
A HOSPEDEIRA DO AMOR
Acadêmico: Gabriel Chalita

Sou hospedeira de profissão. Sei que amar é deixar os estrangeiros prosseguirem falando nas suas línguas. Mas é escolher algum canto comum para cantarmos o que nos enlaça. 
31/7/2022
AS ROUPAS NO VARAL
Acadêmico: Gabriel Chalita

A casa vazia será primavera outra vez. As palavras tristes haverão de ser emudecidas.
18/7/2022
A VENDEDORA DE FLORES
Acadêmico: Gabriel Chalita

Quando, enfim, saí e fui morar no grande mundo, deixei de viver aqueles pacatos dias de um interior tão poético.
4/7/2022
OS GUARDADOS DA CARTA RASGADA
Acadêmico: Gabriel Chalita

Pedaços de cartas rasgadas no fundo da memória.
 1    2     3     4     5     6     7     8     9   

 10     11     12     13   





 
Largo do Arouche, 312 / 324 • CEP: 01219-000 • São Paulo • SP • Brasil • Telefone: 11 3331-7222 / 3331-7401 / 3331-1562.
Imagem de um cadeado  Política de privacidade.