0369  matéria(s) localizada(s) . Exibindo página 4  
14/11/2022
GAL COSTA, LUZ DO SOL
Acadêmico: Gabriel Chalita

Gal não tem fim, ela está agora mesmo cantando alegria dentro de mim. "Festa do interior!"
6/11/2022
TERRA À VISTA
Acadêmico: Gabriel Chalita

"Terra à vista" foi a frase que algum dos descobridores teria dito. Descobridores de uma terra há muito descoberta. Do exemplo histórico, fiquei pensando na vida. 
23/10/2022
O EMBELEZADOR DE COTIDIANOS
Acadêmico: Gabriel Chalita

Sou também músico. Ouço no piano, no som que construo, no dedilhar da minha alma, as almas da humanidade inteira.
16/10/2022
O TÚMULO DE AMÉLIA
Acadêmico: Gabriel Chalita

Quis ir até ela para agradecer. Levar um presente. Falar dos alívios, quando somos capazes de amar.  Nunca fui. E já era jovem feito, quando soube do seu falecimento. Um pouco antes de minha mãe.
9/10/2022
PARA MINHA PRIMA, EUGÊNIA
Acadêmico: Gabriel Chalita

Peço que compreenda o meu afastamento já que não compreendo o afastamento da sua razão.
27/9/2022
ANIVERSÁRIO DO GONZAGUINHA
Acadêmico: Gabriel Chalita

No aniversário do Gonzaguinha, quero aniversariar a decisão inegociável de não jogar fora a esperança, de não cultivar nenhum preconceito, de desalojar a mentira e as arrogâncias, de celebrar um tempo de bondade que está sempre pronto para nascer.
18/9/2022
A FUNDURA DO POÇO
Acadêmico: Gabriel Chalita

Caí no cadafalso da reciprocidade do amor. Não ouso julgar o que ela sente ou o que ela sentiu. Não cabe a mim os esconderijos da alma do outro.
12/9/2022
A DOR QUE FICOU
Acadêmico: Gabriel Chalita

Há algo em mim que ensaia alguma esperança. Há amores que nascem na maturidade.
30/8/2022
A FORMATURA DA MINHA FILHA
Acadêmico: Gabriel Chalita

O sol ama o que aquece. Sem exigir reciprocidades nem impedir os imperfeitos do seu calor. Nos erros também desabrocham acertos.
21/8/2022
O FOGÃO DE PALAVRAS
Acadêmico: Gabriel Chalita

Ouço os que já se foram da minha vida. A voz de meu pai dizendo "Paciência, filho" é ainda canção em mim. Paciência, o fogo do amor aos poucos vai amolecendo as maldades que desafinam o mundo. 
15/8/2022
O TOCADOR DE SINOS
Acadêmico: Gabriel Chalita

Os meus amanheceres eram assim. Acordar e acordar a cidade para o sagrado.
7/8/2022
A HOSPEDEIRA DO AMOR
Acadêmico: Gabriel Chalita

Sou hospedeira de profissão. Sei que amar é deixar os estrangeiros prosseguirem falando nas suas línguas. Mas é escolher algum canto comum para cantarmos o que nos enlaça. 
31/7/2022
AS ROUPAS NO VARAL
Acadêmico: Gabriel Chalita

A casa vazia será primavera outra vez. As palavras tristes haverão de ser emudecidas.
18/7/2022
A VENDEDORA DE FLORES
Acadêmico: Gabriel Chalita

Quando, enfim, saí e fui morar no grande mundo, deixei de viver aqueles pacatos dias de um interior tão poético.
4/7/2022
OS GUARDADOS DA CARTA RASGADA
Acadêmico: Gabriel Chalita

Pedaços de cartas rasgadas no fundo da memória.
26/6/2022
A PROCISSÃO DAS PALAVRAS
Acadêmico: Gabriel Chalita

A procissão das palavras trazia um relicário de fotografias de tempos idos e de tempos ainda aguardados.
20/6/2022
O ESPELHO AZUL
Acadêmico: Gabriel Chalita

As bordas azuis nunca foram retocadas, o que confere ainda mais autoridade ao velho espelho. Criança, me espelhava nele sem saber, decerto, se era eu mesmo ou algum outro. Crescido, fui compreendendo que, na imagem que tenho de mim, busco um outro. Ou a parte que me falta na imagem que vejo.
13/6/2022
DIA DOS NAMORADOS
Acadêmico: Gabriel Chalita

O amor é pulsação e é ação. É sentir e é surpreender. É amar quem se ama mais do que a si mesmo. Se não for assim, é apenas afeição. Que já é belo. Mas que não é amor.
5/6/2022
O PERDÃO QUE EU NEGUEI
Acadêmico: Gabriel Chalita

Fiz o certo. Devolvi a vida a quem negou uma vida a mim.
30/5/2022
UMA NOVA GRAVIDEZ
Acadêmico: Gabriel Chalita

O que tento fazer, hoje, é policiar os meus dizeres para viver a verdade que a vida me ofereceu.
23/5/2022
OS ENTARDECERES DE MAIO
Acadêmico: Gabriel Chalita

Os que passam não reconhecem os que param nas ruas frias como membros de uma mesma família humana.
16/5/2022
O LAGO DO AMOR
Acadêmico: Gabriel Chalita

O lago, de fato, é belo. mas não mais belo que tantos outros que já conheci.
9/5/2022
O SONHO DO DIA DAS MÃES
Acadêmico: Gabriel Chalita

O que me alimenta hoje é a lembrança do amor mais lindo que me amou e que me prossegue amando.
2/5/2022
A MULHER DO TRAPEZISTA
Acadêmico: Gabriel Chalita

Temos saudade do que fomos, mas felicidade do que somos.
25/4/2022
O AMOR NA CIDADE LUZ
Acadêmico: Gabriel Chalita

Foi na Cidade Luz. Toda cidade é luz quando habita uma história de amor.
 1     2     3     4    5     6     7     8     9   

 10     11     12     13     14     15   





 
Largo do Arouche, 312 / 324 • CEP: 01219-000 • São Paulo • SP • Brasil • Telefone: 11 3331-7222 / 3331-7401 / 3331-1562.
Imagem de um cadeado  Política de privacidade.