01043  matéria(s) localizada(s) . Exibindo página 36  
22/10/2018
VOCÊ É DO CONTRA?
Acadêmico: José Renato Nalini

"Para os conselhos que dá nessa obra, estudou 850 mil profissionais de empresas dos mais diversos setores. O desacordo entre as equipes faz com que novas ideias apareçam. Se todos concordam, tudo continua a acontecer como sempre foi. "
19/10/2018
POBRES CRIANÇAS
Acadêmico: José Renato Nalini

"Às vezes me apiedo das crianças de hoje. Em 2030, haverá no Brasil mais idosos do que jovens. As crianças de hoje terão de se encarregar da velhice. Não é uma tarefa muito fácil."
16/10/2018
SERÁ QUE É ISSO MESMO?
Acadêmico: José Renato Nalini

"O universo digital mudou o mundo e mudou a vida de cada habitante deste planeta. As crianças já nascem com “chip”, eis que sua circuitaria neural ou neuronal é digital."
14/10/2018
UM COPO D'ÁGUA, POR FAVOR!
Acadêmico: José Renato Nalini

"O inverno é estação seca e o sistema Cantareira não tem metade de sua capacidade de reserva."
3/10/2018
O BRASIL MELHOROU
Acadêmico: José Renato Nalini

"Para 72% da população, o País piorou! Ou seja, sete em cada dez brasileiros acredita que a situação do Brasil deteriorou nos últimos meses."
29/9/2018
RUMO À CIDADANIA DIGITAL
Acadêmico: José Renato Nalini

"Existe um instituto de educação digital que é presidido pela coreana Yuhyun Park, formada na Universidade de Harvard e chamado DQ Institute. Para ela, as competências digitais devem estar nos currículos das escolas de todos os países e desde os anos iniciais."
24/9/2018
TTT: TRAFICANTES TROCAM TIROS
Acadêmico: José Renato Nalini

"O noticiário é tão constante, que as pessoas estão anestesiadas."
19/9/2018
A DIREÇÃO DOS VENTOS
Acadêmico: José Renato Nalini

"A metáfora dos ventos serve também para nortear os rumos da existência em outras vertentes. Quando se percebe que a direção e a intensidade se alteram, a precaução obriga a algumas providências acauteladoras."
17/9/2018
MORTE POR ATACADO
Acadêmico: José Renato Nalini

"Em 1990 a taxa de mortalidade infantil número de crianças mortas até um ano para cada mil nascidas vivas era de 47,1. Desde então e até 2015, houve redução na mortandade. Neste ano foi de 13,3 óbitos por mil bebês. Em 2016, começou a subir novamente: 14 crianças não chegam a um ano de idade, para cada mil nascidos com vida."
13/9/2018
POVO DEVE ASSUMIR PROTAGONISMO
Acadêmico: José Renato Nalini

"Em três municípios, a população, liderada pelo Juiz, Promotor e lideranças locais, construiu presídios que não resultaram da conhecida ineficiência do governo."
10/9/2018
A FALÁCIA DA PROTEÇÃO
Acadêmico: José Renato Nalini

"É relatório da revista científica Science, a respeito de 6 milhões de quilômetros quadrados de terras protegidas. Nelas, a proteção de espécies em perigo reduz-se a cada minuto."
4/9/2018
UMA VIDA SEM LIXO
Acadêmico: José Renato Nalini

"No Brasil, cada pessoa produz um quilo do que se convencionou chamar “lixo” a cada dia. Convencionou-se chamar, porque muito pouca coisa é aquilo que não tem serventia. Quase tudo tem utilidade e só a ignorância é que deixa de descobrir que o descarte pode ser algo bastante rentável."
29/8/2018
IRADO NO PRESENTE
Acadêmico: José Renato Nalini

"Quem já ultrapassou dois terços de sua efêmera existência terrena tem condições de se surpreender com aquilo que a ciência e a tecnologia já disponibilizaram para a humanidade e de avaliar o que está sendo reservado para os que estão nascendo agora."
27/8/2018
POR QUE NÃO TENTAR?
Acadêmico: José Renato Nalini

"A vida simples foi substituída, na sociedade consumista, por complicações que implicam em perda de qualidade existencial."
20/8/2018
OS HERÓIS DO CONSUMO
Acadêmico: José Renato Nalini

"Anuncia-se com despudor a aquisição de mansões, barcos, palácios, quintas, prédios e aviões particulares. Todos os grandes dinossauros que entretêm a crônica das revistas ilustradas e da TV são sempre celebrados pela vida em excesso e pela virtualidade de despesas monstruosas”.
17/8/2018
MÍSSEIS INTELIGENTES
Acadêmico: José Renato Nalini

"Os estudantes precisam que lhes forneçam de início a capacidade de aprender e aprender depressa. Precisam que se lhes desperte a curiosidade. E também precisam aprender a esquecer. Porque as informações são descartáveis. Logo serão obsoletas e substituídas por outras. Haverá um momento em que o conhecimento adquirido se tornará inútil e será preciso jogá-lo fora, esquecê-lo e substituí-lo."
15/8/2018
UMA REVOLUÇÃO PERMANENTE
Acadêmico: José Renato Nalini

"Já colhemos os frutos mirrados desse desperdício de tempo e de recursos. Gerações despreparadas, desempregadas e desalentadas. Mas sempre prontas para as baladas, para os shows internacionais e para a diversão contínua, como se o futuro fosse reservar a todos permanente festa."
13/8/2018
SAFÁRI & OUTRAS CAÇADAS
Acadêmico: José Renato Nalini

"De certa forma, o ritual acontece também no Brasil. Fazendas mato-grossenses oferecem o abate da onça pintada, praticamente eliminada de nossa fauna. E, metaforicamente, o homicídio de mais de sessenta mil jovens do sexo masculino, quase todos pardos ou negros, não é um atestado de nossa crueldade?"
8/8/2018
DAR CHANCE À INTELIGÊNCIA
Acadêmico: José Renato Nalini

"O MIT desenvolveu um projeto de pesquisa para acelerar a inovação no Brasil. Para isso, é preciso aumentar a integração do País com o mundo. Não fazendo com que nossas melhores inteligências migrem para outros espaços onde elas são reconhecidas. Mas flexibilizando as regras locais, um caótico sistema de proibições, para facilitar o acesso a centros de inovação internacionais."
6/8/2018
NO BRASIL VALE TUDO
Acadêmico: José Renato Nalini

"É muito bom ter um discurso irretocável na retórica e ajudar a destruir um patrimônio planetário, que aos poucos e mais rapidamente do que se poderia esperar converterá a região amazônica num deserto semelhante ao Saara."
3/8/2018
LIÇÕES ESLOVENAS
Acadêmico: José Renato Nalini

"Sua população total equivale a um décimo do conglomerado insensato chamado capital paulista. São dois milhões os seus habitantes, enquanto a São Paulo expandida a Grande São Paulo deve ultrapassar os vinte e dois milhões."
30/7/2018
COMO EXPLICAR?
Acadêmico: José Renato Nalini

"A despeito de tudo, é preciso confiar na Democracia. Agarrar-se às explicações esfarrapadas de que somos um país jovem, de que há muito a aprender e que as novas gerações não podem ser desiludidas."
28/7/2018
EDUCAÇÃO: O DESAFIO É MUITO MAIOR
Acadêmico: José Renato Nalini

"A escola brasileira está ultrapassada. Raríssimas as exceções ao universo da mesmice, do trilhar os mesmos caminhos, na cegueira que não vê o mundo mudar, na surdez de quem não ouve o clamor do alunado."
27/7/2018
VIRAMOS AVESTRUZES HUMANOS?
Acadêmico: José Renato Nalini

"Olhar constantemente para o dispositivo móvel tem um lado social e um fisiológico, diz Adam Popescu, do NYT. A cabeça humana média pesa entre 4,5 kg e 5,5 kg e, ao curvar nosso pescoço para escrever uma mensagem de texto ou olhar o Facebook, a atração gravitacional sobre a cabeça e a tensão no pescoço crescem até o equivalente a 27 quilos de pressão. É uma postura que resulta em perda gradual da curva espinhal."
24/7/2018
NOSSO MAR VAI CRESCER?
Acadêmico: José Renato Nalini

"As péssimas ambientais dos últimos anos, a evidenciar o acelerado retrocesso na tutela ecológica ufanista proclamada aos sete ventos, às vezes merecem compensação mínima, como a vontade brasileira de proteger 900 mil quilômetros quadrados de oceano."
 1     2     3     4     5     6     7     8     9   

 10     11     12     13     14     15     16     17     18     19   

 20     21     22     23     24     25     26     27     28     29   

 30     31     32     33     34     35     36    37     38     39   

 40     41     42   





 
Largo do Arouche, 312 / 324 • CEP: 01219-000 • São Paulo • SP • Brasil • Telefone: 11 3331-7222 / 3331-7401 / 3331-1562.
Imagem de um cadeado  Política de privacidade.