01617  matéria(s) localizada(s) . Exibindo página 3  
5/1/2024
AS ENTRANHAS DAS ACADEMIAS
Acadêmico: José Renato Nalini

Há quem questione o fato de serem apenas quarenta os acadêmicos. Essa a tradição copiada do modelo francês, a mais famosa Academia, por sua vez inspirada no Jardim de Akademos de Platão.
4/1/2024
BOA VIZINHANÇA
Acadêmico: José Renato Nalini

Conhecer melhor a cidade em que se vive é um propósito que deveria servir a todos os jundiaienses neste 2024
4/1/2024
O NOVO OLHAR DA LINDB
Acadêmico: José Renato Nalini

“Direito Administrativo – o novo olhar da LINDB”, de Carlos Ari Sundfeld, é uma obra que suscita reflexão e entusiasma quem não se conforma com o excessivo formalismo do universo jurídico tupiniquim.
3/1/2024
IMPUNIDADE CRESCENTE
Acadêmico: José Renato Nalini

O mal que a humanidade está causando à Terra é um atestado evidente da ignorância aliada à ganância. Elas rimam e caminham juntas.
3/1/2024
ATUALÍSSIMO PITIGRILLI
Acadêmico: José Renato Nalini

Releio, com enorme prazer, o livro “Pitigrilli fala de Pitigrilli”, e redescubro o talento de Dino Segrè, que adotou esse pseudônimo e que se tornou famoso.
2/1/2024
NACIONALIDADE
Acadêmico: José Renato Nalini

Nacionalidade é um valor insculpido na consciência coletiva. Indica a filiação individual a uma nação. A ideia de nação é emotiva e perigosa.
2/1/2024
ESCREVO O QUE PENSO
Acadêmico: José Renato Nalini

Esse deveria ser o lema do diplomata Manuel Oliveira Lima, cujas “Memórias”, que chama “estas minhas reminiscências”, não poupa ninguém.
1/1/2024
PROTEÇÃO X PERSEGUIÇÃO
Acadêmico: José Renato Nalini

Favoritismos, intrigas, perseguição, ocorrem nos mais variados estamentos. A diplomacia brasileira não poderia fugir à regra.
31/12/2023
2024: POUPE-NOS!
Acadêmico: José Renato Nalini

Poupe-nos, 2024, das mortes das pessoas queridas. Que haja menos suicídio, menos acidente, menos câncer, menos AVC, menos enfartos.
31/12/2023
TUDO VAI MUDAR?
Acadêmico: José Renato Nalini

Nossa esperança é a de que em 2024 solucionemos tudo aquilo que deixou a desejar em 2023. Será mesmo assim?
30/12/2023
NÓS E OS EUA
Acadêmico: José Renato Nalini

A partir da República, três brasileiros influíram nas relações com os Estados Unidos: Salvador de Mendonça, Joaquim Nabuco e Rio Branco.
29/12/2023
INTERESSES EXPLÍCITOS NA TRANSIÇÃO ENERGÉTICA
Acadêmico: José Renato Nalini

O Brasil tem tudo para uma transição mais tranquila do que os países que acabaram com suas florestas e hoje dependem da descarbonização para sobreviver.
29/12/2023
UMA ARTE EM EXTINÇÃO
Acadêmico: José Renato Nalini

Escrever cartas é algo que já desapareceu. As mensagens hoje são rápidas, em WhatsApp. O Brasil é o país que mais se utiliza desse aplicativo.
28/12/2023
INTRIGAS NO ITAMARATI
Acadêmico: José Renato Nalini

Por sorte nossa, hoje não existem mais intrigas na diplomacia brasileira.
28/12/2023
IRMÃ FLÓRIDA ESTÁ FELIZ
Acadêmico: José Renato Nalini

Que o exemplo da EMEB Irmã Flórida Mestag frutifique e leve outras escolas a também promoverem a melhoria do ambiente e do convívio comunitário.
27/12/2023
SÓ COMPRAR COM “SELO VERDE”
Acadêmico: José Renato Nalini

São necessárias estratégias vinculadas à produção geradora de lucro e que, por tabela, também proteja o ambiente.
27/12/2023
PUNHOS DE RENDA
Acadêmico: José Renato Nalini

As escaramuças entre pessoas cultas podem revestir peculiaridades que disfarçam a rudeza, própria aos desprovidos de polidez.
26/12/2023
COISAS DO BRASIL
Acadêmico: José Renato Nalini

No Brasil costumamos endeusar certas figuras, sem que elas tenham reais méritos.
24/12/2023
REFLEXÕES DE VÉSPERA
Acadêmico: José Renato Nalini

Oportunidade para pensar qual o caminho que a humanidade tomou nesse desgoverno, neste descompasso, neste desastre que tem sido o convívio.
24/12/2023
O NATAL E O DIREITO
Acadêmico: José Renato Nalini

Será fantasia pretender que o verdadeiro espírito de Natal possa tornar o sistema Justiça tupiniquim ao menos um pouquinho mais justo?
23/12/2023
GRANDES HOMENS, PEQUENOS DEFEITOS
Acadêmico: José Renato Nalini

O grande Joaquim Nabuco era humano, falível como todos os seres dessa espécie e não foi unanimidade. Em regra, ninguém o é.
22/12/2023
REPENSAR A NACIONALIDADE
Acadêmico: José Renato Nalini

Nacionalidade é um valor insculpido na consciência coletiva. Indica a filiação individual a uma nação. A ideia de nação é emotiva e perigosa.
22/12/2023
GLICÉRIO E AS CONTROVÉRSIAS
Acadêmico: José Renato Nalini

Assumi o dever de conhecer melhor figuras que tiveram papel relevante na História do Brasil, para fazer com que meus filhos saibam de quem descendem.
21/12/2023
GOSTARIA DE FALAR DE OUTRA COISA
Acadêmico: José Renato Nalini

Gostaria de falar de outra coisa, mas o estado atual do planeta não permite. Setembro foi o mês mais quente já registrado.
21/12/2023
TUDO MUDA: O AFETO NÃO
Acadêmico: José Renato Nalini

Jundiaí perdeu a identidade de suas ruas e não trocou o belo por algo compatível. Não se cultiva o sentimento de pertencimento à comunidade.
 1     2     3    4     5     6     7     8     9   

 10     11     12     13     14     15     16     17     18     19   

 20     21     22     23     24     25     26     27     28     29   

 30     31     32     33     34     35     36     37     38     39   

 40     41     42     43     44     45     46     47     48     49   

 50     51     52     53     54     55     56     57     58     59   

 60     61     62     63     64     65   





 
Largo do Arouche, 312 / 324 • CEP: 01219-000 • São Paulo • SP • Brasil • Telefone: 11 3331-7222 / 3331-7401 / 3331-1562.
Imagem de um cadeado  Política de privacidade.