0208  matéria(s) localizada(s) . Exibindo página 1  
17/1/2021
UM CÉU PARA ANNA
Acadêmico: Gabriel Chalita

"Quem a conheceu,  há mais tempo, dizia que os dias ao lado dela eram mais leves. Que ela plantou delicadezas em todos os palcos em que representou com mestria o viver pela palavra."
10/1/2021
ENFIM, CASADOS
Acadêmico: Gabriel Chalita

"Sentir o seu cheiro é perfumar de amor os meus dias."
7/1/2021
LAVEI E PASSEI 2020
Acadêmico: Gabriel Chalita

"Quero começar bem o novo ano."
21/12/2020
O JOGO DA VIDA
Acadêmico: Gabriel Chalita

"A esperança sempre esteve comigo. Só ela. Os outros se foram..."
13/12/2020
EU, CLARICE LISPECTOR, CENTENÁRIA
Acadêmico: Gabriel Chalita

E não é que cheguei aos cem anos? Ah, tempo fugidio. Tudo é um piscar de olhos.
7/12/2020
JARDINEI AS LEMBRANÇAS
Acadêmico: Gabriel Chalita

Acordei com saudade da minha mãe. Com muita saudade. Há fotografias em mim dos momentos mais preciosos de nossas vidas. Enquanto eu estiver, ela estará.
30/11/2020
O ACONCHEGO DOS MEUS PÉS
Acadêmico: Gabriel Chalita

Eu pedi ao meu pai um jogo de carros de alta velocidade que, na época, vasculhava a nossa cabeça de criança.
24/11/2020
TOMEI CAFÉ COM A TRISTEZA
Acadêmico: Gabriel Chalita

Chovia e eu estava triste. O despedir daquele dia trazia lembranças que rasgavam em mim as partes que precisavam ficar inteiras. Eu decidia os motivos. E errava. Culpava alguém. E errava. Lamentava escolhas feitas no passado. E errava.
18/11/2020
ACORDEI PARA VOTAR
Acadêmico: Gabriel Chalita

Gosto do dia das eleições. Vejo alguns reclamando da obrigatoriedade. Eu, nem obrigada sou. Já passei dos oitenta, mas faço questão de votar. E faço questão de não dar a ninguém a autorização de decidir por mim.
8/11/2020
ABRACEI NÉLIDA PIÑON
Acadêmico: Gabriel Chalita

Nélida não é mulher de reclamos. Gosta da vida como quem assinou um contrato com a escritura da felicidade.
2/11/2020
SANGUE NO JORNAL
Acadêmico: Gabriel Chalita

Aos domingos, minha família conta história e se alimenta de vida.
25/10/2020
CACOS DE VIDA
Acadêmico: Gabriel Chalita

Mais uma vez ela me deixa sem chão.  Mais uma vez enfrento a frase que, não poucas vezes, registrei:  "Você desmoralizou". 
18/10/2020
ENCONTREI O MEU LUGAR
Acadêmico: Gabriel Chalita

Foi uma formatura simples. O dia estava atrasado, sei disso. Ou eu estava. 
11/10/2020
OLGA DO CÉU
Acadêmico: Gabriel Chalita

Amanheceu domingo dia de São Francisco. Por aqui, a notícia. No céu, a chegada. Irmã Olga de Sá completava o poema e se integrava ao Eterno.
7/10/2020
SÚBITO AMOR
Acadêmico: Gabriel Chalita

É que o tempo, meu professor e quase sempre amigo, me ensinou que não se desperdiça um olhar único na multidão de olhos que nada dizem.
27/9/2020
AMARGA CHUVA
Acadêmico: Gabriel Chalita

Esperar é verbo que desassossega. Tento cultivar em mim, dias calmos. Nem sempre consigo. Tento explicar, a mim mesmo, a soberania do tempo. Padeço de compreensão, quase sempre.
20/9/2020
A VIAGEM DA MINHA IRMÃ
Acadêmico: Gabriel Chalita

Eles dizem que tenho quase 90 anos. É muito tempo. Não acreditaria se não soubesse. Sei de muita coisa e de muita coisa não sei.
17/9/2020
A HISTÓRIA DE UM AMO
Acadêmico: Gabriel Chalita

Era inverno, mas o sol não havia se intimidado. No apartamento decorado por histórias, o calor da conversa respeitava o calor do dia. Tarcísio e Ruth se entreolhavam nas pausas das narrativas sobre o que viveram. "No ano que vem, celebraremos 70 anos de casados", pronunciou Ruth com a elegância dos que sabem que escolheram o certo. Tarcísio sorriu. E fez com que suas mãos se encontrassem. E se olharam como sempre. E sorriram apaixonados.
2/9/2020
OS TEMPOS DO AMOR
Acadêmico: Gabriel Chalita

O amor nos promete o milagre da longevidade.
18/8/2020
A MÚSICA E O SILÊNCIO
Acadêmico: Gabriel Chalita

Fui eu que pintei esse quadro. Sim. É minha mãe. Uma metade é o seu olhar, quando se casou com meu pai. A outra, é do último dia em que ela cantou. Foi um pouco antes de entrar em cena. E, depois desse dia, foi silêncio.
10/8/2020
A IMAGEM DO MEU PAI
Acadêmico: Gabriel Chalita

Era um domingo, eu me lembro. Nossa pequena casa de praia ficava perto de um morro que levava o nome de um santo, Santo Antônio.
5/8/2020
A VIDA QUE COSTUMÁVAMOS TER
Acadêmico: Gabriel Chalita

Ontem, fez dois anos sem ela. E ela faz, ainda, aniversário em mim. Não tive o poder da decisão, sequer pude limpar os ditos incorretos, rasurar alguma explicação.
27/7/2020
A POEIRA DA DERROTA
Acadêmico: Gabriel Chalita

É como se me engasgasse. Vem uma prisão de dentro de mim que me escurece o instante. É apenas um instante, eu sei. Só não sei como fazer para não dar valor ao que valor não tem. E foi sempre assim.
22/7/2020
SOBRE O QUE FICOU
Acadêmico: Gabriel Chalita

Sou um decorador inquieto. Pronto. Encontrei um elogio frente a tantas ausências que moram em mim. Inquieto é palavra boa. A ruim é insatisfeito. Decoro a casa dos outros e a minha própria. Ou as minhas. Mudo com frequência, porque os lugares não me cabem. O vazio é grande demais para que eu me aceite e respire o bom da vida.
29/6/2020
O BOM E O AGRADÁVEL
Acadêmico: Gabriel Chalita

Como é bom ver novamente o mar! Como é bom sentir o infinito soprando minhas memórias!
 1    2     3     4     5     6     7     8     9   





 
Largo do Arouche, 312 / 324 • CEP: 01219-000 • São Paulo • SP • Brasil • Telefone: 11 3331-7222 / 3331-7401 / 3331-1562.
Imagem de um cadeado  Política de privacidade.