0246  matéria(s) localizada(s) . Exibindo página 1  
18/10/2021
A DOR DOS ANIMAIS
Acadêmico: Gabriel Chalita

Faz frio no coração da humanidade que habita a mesma casa que outros seres vivos e não compreende a dor que é capaz de causar.
14/10/2021
O BARULHO DA PORTA
Acadêmico: Gabriel Chalita

Por que alguém escreveu a história de Caim e Abel? Como foi que a inveja foi nascendo e foi matando?
4/10/2021
NOVAMENTE UMA ESTRELA
Acadêmico: Gabriel Chalita

O silêncio foi nos acompanhando por mais alguns passos, enquanto as águas se atiravam em nossos pés. Era um dia de mar calmo, era um dia de mar explicativo.
27/9/2021
MIGUEL E MARIA
Acadêmico: Gabriel Chalita

A bondade ilumina o mundo, todos os dias, mas há os que desacreditam.
19/9/2021
A LINGUAGEM DOS SENTIMENTOS
Acadêmico: Gabriel Chalita

O passado é terra de nascimentos. De pessoas. De encontros. De despedidas.
14/9/2021
A PRIMAVERA DE TARCÍSIO
Acadêmico: Gabriel Chalita

Professor Padilha, a primavera do lado de cá ainda não chegou. Mas vai chegar. Quem crê sabe disso. E, quando chegar, saiba que um pouco da desabrochada beleza nasceu dos seus ditos tão cuidadosos com a vida.
9/9/2021
A IMORTALIDADE DE CÉLIO DEBES
Acadêmico: Gabriel Chalita

Deixou o imortal Célio Debes escrituras belíssimas na sua vida e na sua obra.
5/9/2021
O ACARICIAR DAS MÃOS
Acadêmico: Gabriel Chalita

Uso, hoje, as minhas mãos para escrever. Olho para elas e me lembro das mãos grandes do meu pai. Ah, tempo indomável. Os dias jovens foram escapulindo das minhas mãos e me permitindo apenas segurar as lembranças. 
23/8/2021
A FUNDURA DA MEMÓRIA
Acadêmico: Gabriel Chalita

"Há tanto de mim em mim. Há tanto dos que foram e que não foram. Há um devagar dos dias e um depressa dos anos me explicando sem explicar que mando nada no que penso."
15/8/2021
ENTRE RETALHOS
Acadêmico: Gabriel Chalita

"Na pouca luz do meu quarto, só há pensamentos."
8/8/2021
PAI QUERIDO
Acadêmico: Gabriel Chalita

"Pai querido, vejo a envelhecida fotografia e viajo nos tempos em que estávamos de mãos dadas." 
1/8/2021
A PROCISSÃO DOS ANÔNIMOS
Acadêmico: Gabriel Chalita

"Quando se trata de fé, o que mais me comove é o mover da procissão dos anônimos."
25/7/2021
DEITEI O MAR
Acadêmico: Gabriel Chalita

"Estava exaurido, quando cheguei em mim, e perscrutei o que havia me tornado. Um ser de infelicidades."
18/7/2021
A NEBLINA DO TEMPO
Acadêmico: Gabriel Chalita

"Em todas as casas, há lixeiras e, em todas as lixeiras, há passados. O passado que esqueci autorizou outra chegada."
11/7/2021
A IDADE DO AMAR
Acadêmico: Gabriel Chalita

"E quem disse que não há beleza no entardecer?"
4/7/2021
FRIO NO JARDIM
Acadêmico: Gabriel Chalita

"De onde estou, vejo o frio e vejo o silêncio. O cansaço me tira outra visão. E o conforto de pouco me mexer me desmobiliza de ir em busca de aquecimentos."
27/6/2021
A DERROTA DAS PALAVRAS
Acadêmico: Gabriel Chalita

"Entristeço pela tristeza do outro e danço a liberdade para espantar tudo o que escraviza no mundo em que vivo. Vivo para dançar e vivo para agradecer os olhos que me retiraram da invisibilidade do mundo."
21/6/2021
SERÁ QUE ELES VÊM?
Acadêmico: Gabriel Chalita

"Reclamar da nossa vida é incorreto. As ausências se preenchem com descobertas que o tempo nos oferece quando nos permitimos limpar a sala do nosso aconchego para receber quem quer se aconchegar. E tem mais um detalhe, Julieta toca piano e eu ainda me emociono como das primeiras vezes. Ouçam, ela está tocando "O lago dos cisnes", é lindo demais!"
14/6/2021
BEBENDO A DESCONFIANÇA
Acadêmico: Gabriel Chalita

"Desconfio do que sei porque não sei se sei ou se acho apenas que sei para impressionar."
7/6/2021
FUI ACENDER UMA VELA
Acadêmico: Gabriel Chalita

"O tempo tem um estranho brincar que desmancha as rasuras e que valoriza o belo."
30/5/2021
O ACUMULADOR DE BONDADES
Acadêmico: Gabriel Chalita

"O sol forte ilumina a minha alma. Pela janela, olho a vida.Vem um pensamento de outros tempos. "
25/5/2021
O PERFUME DA ROSA
Acadêmico: Gabriel Chalita

"Faz tanto tempo e o perfume, ainda, preenche.Os azulejos da cozinha são os mesmos. Envelhecidos pelo ar da idade. O azul se acalmou. As minhas inquietudes, também."
16/5/2021
ENTRE O DOCE DE GOIABA E A BANANA DESIDRATADA
Acadêmico: Gabriel Chalita

Éramos os quatro. Meus três filhos e eu brincando de acordar os dias e enfrentar os tempos ruins.
9/5/2021
CARTA PARA A MÃE DE PAULO GUSTAVO
Acadêmico: Gabriel Chalita

"No curto espaço do seu existir, Paulo Gustavo eternizou os sentimentos mais lindos que elevam a humanidade ao lugar onde ela se reconhece humana."
3/5/2021
FOLHAS DE ABRIL
Acadêmico: Gabriel Chalita

"O abril que se foi , não se foi. Vive em mim."
 1    2     3     4     5     6     7     8     9   

 10   





 
Largo do Arouche, 312 / 324 • CEP: 01219-000 • São Paulo • SP • Brasil • Telefone: 11 3331-7222 / 3331-7401 / 3331-1562.
Imagem de um cadeado  Política de privacidade.