0182  matéria(s) localizada(s) . Exibindo página 3  
6/1/2019
ALGUM ENCONTRO
Acadêmico: Gabriel Chalita

"No início, quando eu era mais desprevenida, fizeram de mim um alguém sem grandes considerações. Considerei os desprezos e as mentiras e acumulei tudo. E tudo está em mim."
3/1/2019
O DIREITO DE NASCER
Acadêmico: Gabriel Chalita

"Estou falando do que nasce, e do direito de nascer, estou falando dos sonhos que sonhamos e que não desperdiçamos por aí. Estou falando dos que não aprenderam sequer a beleza do sonho. Quem sonha aqui?"
26/12/2018
É QUASE NATAL
Acadêmico: Gabriel Chalita

"Havia um irmão que cantarolava sem muito compreender o significado da sua alegria. Um avô que cantava em outra língua, a de sua terra natal. Devia ele ter a saudade que hoje tenho, mesmo sem ser avô."
17/12/2018
SOBRE A INGRATIDÃO
Acadêmico: Gabriel Chalita

"Meu filho resolveu me interditar. Dinheiro. Não tenho muito, mas ele quer o que tenho. Criou uma teoria de que eu não tenho condições de decidir por mim mesmo."
2/12/2018
OS IRRACIONAIS
Acadêmico: Gabriel Chalita

"Os carros, talvez, tenham mais valor. Ninguém abandona. Já eu. Um cachorro que não era mais novidade, que talvez desse trabalho. Não sei. Sei que nunca deixei de fazer festa quando eles chegavam. Nunca deixei de estar quando me queriam. Deixaram de me querer e fiquei aqui. Sozinho."
2/12/2018
CHEIRO DE PAZ
Acadêmico: Gabriel Chalita

"Há sonhos que demoram a se realizar. Há outros que chegam antes de serem sonhados."
25/11/2018
UMA ROSA NASCEU
Acadêmico: Gabriel Chalita

"Rosa era também o nome da minha sogra. Viveu para ver o nosso casamento e depois partiu. A menina é o despertar de amanhãs que nos invade. Corre pela casa anunciando alegria."
18/11/2018
VIDA DE ARTISTA
Acadêmico: Gabriel Chalita

"Quando ele estava comigo, eu dizia para mim mesma: e estando, me faltas. E agora que ele me falta eu diga para mim mesma: e agora?"
16/11/2018
A PRESENÇA E AS LIÇÕES DE STAN LEE
Acadêmico: Gabriel Chalita

"Eu só quero que vocês saibam que a Marvel sempre foi e sempre será um reflexo do mundo que vemos da nossa janela"
11/11/2018
O BAILE DE ISADORA
Acadêmico: Gabriel Chalita

"Em seu coração, Isadora gostaria de que tudo fosse eterno. A felicidade é uma estrela distante de ser compreendida se perdemos quem amamos."
4/11/2018
A DOR QUE DÓI MAIS
Acadêmico: Gabriel Chalita

"O cabelo de Ana Clara estava molhado. Ela sentada em um sofá simples com uns panos de enfeite. A perna esticada em um suporte improvisado. Tudo muito bonito em um cômodo pequeno desse interior grande do Brasil."
28/10/2018
A PRUDÊNCIA DE FABIANO
Acadêmico: Gabriel Chalita

"No consultório de Fabiano, havia sempre lugar para quem sofria com a dor ou com o preconceito. Dinheiro nunca foi o mais importante."
21/10/2018
PROFESSOR, PROFISSÃO ESPERANÇA
Acadêmico: Gabriel Chalita

"A escola é um espaço em que se realizam. A professora gosta de estar ali; a menina, também. A professora escolheu a profissão da esperança, a menina é a esperança que cresce todos os dias e que há de desabrochar para enfeitar um tempo imprevisível."
14/10/2018
A ONDA DA INTOLERÂNCIA
Acadêmico: Gabriel Chalita

"Dona Arlete estava com as mãos na massa, preparando o bolo para o aniversário da bisneta de 15 anos. Foi quando ouviu o comentário de um jornalista sobre uma notícia que a deixou chocada. Um homem assassinado na Bahia por divergências políticas, e o jornalista dizendo que essas coisas acontecem."
7/10/2018
O VOTO DE SEBASTIANA
Acadêmico: Gabriel Chalita

"Sebastiana é uma mulher de poucas palavras. Aprendeu que só se fala o necessário. Não gosta de opinar sobre a vida das pessoas, acha um desperdício de tempo e de energia."
30/9/2018
UM DIA DE SOL
Acadêmico: Gabriel Chalita

Mas nem sempre é. Pessoas são mais complexas do que as águas salgadas ou do que as areias que se deixam banhar por elas.
23/9/2018
O APAGAR DAS LUZES
Acadêmico: Gabriel Chalita

"E, com a noite, a dor lancinante de quem perdeu o seu amor. Celina estava em pedaços. Quem já passou por isso sabe o quanto dói."
16/9/2018
A VISITA DE RENATA
Acadêmico: Gabriel Chalita

"Algumas amizades teimam em desrespeitar as delicadezas dos encontros. Outras teimam em aceitar. Por enquanto."
9/9/2018
A DOR DA OUTRA
Acadêmico: Gabriel Chalita

"As facilidades das novas tecnologias diminuíram as distâncias e amenizaram a saudade. Elas podem se ver enquanto conversam. A mãe também aprendeu. E assim, todas as noites, Lenita e Eulália se veem e se derramam em afeto."
2/9/2018
O NÃO-DITO
Acadêmico: Gabriel Chalita

"De seu jeito, tentou passar para os filhos os mesmos valores. Não estudou, mas deu estudo aos dois. Chorou nas duas formaturas. Emocionou-se abraçando a mulher. Economizou nas próprias roupas para vestir melhor os filhos. Para ele, uma bicicleta velha; para os dois, o que podia comprar de melhor."
26/8/2018
UM COTIDIANO FELIZ
Acadêmico: Gabriel Chalita

"As manhãs, na casa de Isabel, começam com o aroma do café. A mãe, quando sente, ajeita a penhoar que fica ao lado da cama e se levanta para comer com a filha. Gostam de gostar uma da outra. Tomam os remédios que precisam tomar. Comem sem pressa. E conversam. "
19/8/2018
PERGUNTE AOS PROFESSORES
Acadêmico: Gabriel Chalita

"Há muito o que se dizer sobre o ensino/aprendizagem, sobre a formação de professores, sobre o currículo, sobre a sala de aula, sobre a participação das famílias no processo educativo, sobre o poder de desenvolver a autonomia de um aluno."
12/8/2018
O DIA DOS PAIS
Acadêmico: Gabriel Chalita

"Enquanto escrevo, vejo, depois de tantos anos, o sorriso do meu pai. Suas mãos grandes acariciando meu rosto. Seu convite a nunca deixar de ter fé. Quanta fé teve meu pai! Mesmo em seus calvários, mesmo na partida dos filhos que foram antes dele, ele agradeceu a Deus o tempo da convivência. "
5/8/2018
A VONTADE DE SER ACEITO
Acadêmico: Gabriel Chalita

"Era isso que pensava o menino que se preparava para ir à escola. A mochila, presente de uma tia, o irmão tinha levado. Pegou o caderno, do semestre anterior, um pequeno estojo com lápis e caneta e lá se foi para a escola."
5/8/2018
A VONTADE DE SER ACEITO
Acadêmico: Gabriel Chalita

"Era isso que pensava o menino que se preparava para ir à escola. A mochila, presente de uma tia, o irmão tinha levado. Pegou o caderno, do semestre anterior, um pequeno estojo com lápis e caneta e lá se foi para a escola."
 1     2     3    4     5     6     7     8   





 
Largo do Arouche, 312 / 324 • CEP: 01219-000 • São Paulo • SP • Brasil • Telefone: 11 3331-7222 / 3331-7401 / 3331-1562.
Imagem de um cadeado  Política de privacidade.