Compartilhe
Tamanho da fonte

cadeira nº 6
LUIZ CARLOS LISBOA

Patrono: José Vieira Couto de Magalhães
Fundador: João Vampré
Aniversário: 22/12/1929
Data de posse: 26/8/1993

Luiz Carlos Lisboa nasceu no Rio de Janeiro, no bairro da Tijuca, em 22 de dezembro de 1929.

Primeiros estudos no Instituto Lafayette. Ensino médio com os jesuítas, no Colégio Santo Inácio.

Curso de Direito na Faculdade Nacional de Direito e na Faculdade Brasileira de Ciências Jurídicas. Advogou em escritórios particulares no Rio de Janeiro, de 1960 a 1969.

De 1954 a 1961 foi jornalista freelance no jornal Tribuna da Imprensa, Rio de Janeiro.

De 1962 a 1967 foi repórter, redator, colunista e crítico literário no Jornal do Brasil, Rio de Janeiro.

De 1968 a 1971 trabalhou na Editora Bloch, Rio de Janeiro.

De 1967 a 1969 foi redator de verbetes na Editora Delta-Larousse (Enciclopédia Delta-Larousse), nas áreas de literatura, história e religião.

De 1969 a 1995 foi redator, resenhista, editor, editorialista e diretor da Sucursal-Rio de O Estado de S.Paulo, Jornal da Tarde e Rádio Eldorado.

Desde 1995 é correspondente nos Estados Unidos de O Estado de S.Paulo e Jornal da Tarde.

Desde 1998 é correspondente nos Estados Unidos e colaborador dos órgãos de comunicação do Sistema Líder de Comunicações, com sede em Fernandópolis, SP. Idem da emissora 372.00New Brazil, 99 FM, da mesma cidade.

Autor de vinte livros em diferentes gêneros como ensaio, artigos, contos, romance, poesia, crítica literária, estudos de psicologia, religião e estética, como se segue:

GRANDES ENIGMAS DA HUMANIDADE, ensaios, Ed. Vozes, 1969.

TUDO QUE VOCÊ PRECISA LER SEM SER UM RATO DE BIBLIOTECA, guia de leitura. Edições Ilha Deserta, 1972.

OLHOS DE VER, OUVIDOS DE OUVIR, artigos. Ed. Difel, 1977.

O NOME DAS COISAS, ensaios. Summus Editorial, 1980.

A ARTE DE DESAPRENDER, artigos e ensaios. Edições Antares, 1981.

HISTÓRIA DO FUTEBOL BRASILEIRO, história (coordenação)- Ed. Rio, 1981.

O JEJUM DO CORAÇÃO, ensaio. MG Editores Associados, 1983.

MESTRE ECKHART, ensaio biográfico. T.A. Queiroz, 1986.

PEQUENO GUIA DA LITERATURA UNIVERSAL, guia literário. Editora Forense, 1996.

ANTE-SALA, contos. Editora Massao Ohno, 1988.

NOVA ERA, poemas. Livraria Cultura Editora, SP, 1989.

NAMBAM: O DIA EM QUE O OCIDENTE DESCOBRIU O JAPÃO, ensaio histórico. Em parceria com Mara Rúbia Arakaki. Aliança Cultural Brasil-Japão, 1993.

O APRENDIZ DA MADRUGADA, poemas. Editora Gente, 1994.

VISÕES DO NOVO MILÊNIO, ensaios. Coordenação da obra e autoria de um capítulo. Editora Mercuryo, 1999.

TUDO O QUE VOCÊ PRECISA LER SEM SER UM RATO DE BIBLIOTECA, guia literário dos livros do mundo. Editora Papagaio, SP, 1994.

TUDO O QUE VOCÊ PRECISA LER SEM SER UM RATO DE BIBLIOTECA, guia literário dos livros do Brasil Editora Papagaio, 2001.

MEMÓRIAS DE UM GATO, romance. Grupo Summus Editoriial, Editora Selo Negro, 2001.

UM GATO APRENDE A MORRER, romance. Grupo Summus Editorial, Editora Selo Negro, 2002.

A GUERRA SANTA DO GATO, romance. Grupo Summus Editorial, Editora Selo Negro, 2002.

O SOM DO SILÊNCIO, pensamentos. Editora Verus, 2004.

Traduções:
EMINÊNCIA PARDA, de Aldous Huxley, Editora Áurea, RJ, 1976.

MÁQUINAS, história e ensaio ilustrados. Editora José Olympio, 1978.

365 ORAÇÕES PARA CRIANÇAS . Editora Scipione,SP, 1992.

EM BUSCA DE FRANKENSTEIN O MONSTRO DE MARY SHELLEY E SEUS MITOS, de Radu Florescu. Editora Mercuryo, 1998

EM BUSCA DE DRÁCULA E OUTROS VAMPIROS, de Raymond T. McNally e Radu Florescu. Editora Mercuryo, 1994.

O LIVRO TIBETANO DO VIVER E DO MORRER, de Sogyal Rinpoche. Palas Athena, SP, 1999.
Fundador: João Vampré Sucessores: Plínio Salgado; Branco Ribeiro; Honório de Sylos




voltar




 
Largo do Arouche, 312 / 324 • CEP: 01219-000 • São Paulo • SP • Brasil • Telefone: 11 3331-7222 / 3331-7401 / 3331-1562.
Imagem de um cadeado  Política de privacidade.