Compartilhe
Tamanho da fonte

cadeira nº 39
BENEDITO LIMA DE TOLEDO

Patrono: Gabriel José Rodrigues dos Santos
Fundador: Pedro Manuel de Toledo
Aniversário: 22/7/1934
Data de posse: 28/9/2000

Arquiteto formado pela Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da Universidade de São Paulo em 1961.

Professor titular de História da Arquitetura da graduação e pós-graduação da Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da Universidade de São Paulo.

Na mesma Faculdade de Arquitetura e Urbanismo prestou concursos e defendeu as seguintes dissertações e teses:

1966 - Dissertação para pós-graduação - "Caminho do Mar". Publicada na Revista do Instituto de Estudos Brasileiros, USP, n.1, p.37, 1966.

1973 - Professor Doutor. Tese: "O Real Corpo de Engenheiros na Capitania de São Paulo, destacando-se a obra do Brigadeiro João da Costa Ferreira".

1985 -Professor Livre-Docente. Tese: "Victor Dubugras e as atitudes de inovação em seu tempo".

1986 - Professor Adjunto.

1988 - Professor Titular.

Foi bolseiro da Fundação Calouste Gulbenkian, em Lisboa (1968).

Obteve especialização em Restauro e Conservação de Monumentos Arquitetônicos na FAU/USP (1974) e na École Nationale des Ponts et Chaussées, em Paris (1983), com patrocínio da UNESCO.

É filiado às seguintes instituições científicas:
- ANPAP - Associação Nacional de Pesquisadores em Artes Plásticas (Brasil)
- CBHA - Comitê Brasileiro de História da Arte (Brasil)
- CIHA - Comité Internacional dHistoire de lArt (França)
- ICOMOS - Internacional Council of Monuments and Sites (França e Brasil)
- Sociedade Brasileira de Estudos do Século XVIII (Brasil)

É consultor "ad-hoc" das instituições CAPES - Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (DF); CNPQ - Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (DF); FAPESP - Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (SP).

Vem realizando vários trabalhos de peritagem e consultoria a instituições e órgãos governamentais, na área da arquitetura e em projetos de preservação, restauração e reconversão de bens culturais.

Tem participado habitualmente de eventos científicos e culturais, nacionais e no exterior, e realizado exposições, entre outras:
Exposição Parati, Angra dos Reis, Bananal, FAUUSP (1964); Exposição Projeto de destinação cultural para a Vila Itororó, FAUUSP (1975); Exposição Projeto Lorena, Paço Municipal de São Bernardo do Campo (1975); Exposição Avenida Paulista, para o lançamento do "Álbum iconográfico da Avenida Paulista, MASP/SP (1988); Exposição e curadoria da sala especial "O crescimento da metrópole paulistana visto através de cartões-postais", 3ª Bienal Internacional de Arquitetura de São Paulo (1997).

É detentor de prêmios e outras distinções, destacando-se entre outros:
Prêmio Pero Vaz de Caminha, concedido pelo governo português (1969); Medalha de ouro da Prefeitura de São Bernardo do Campo, em reconhecimento aos estudos e levantamentos feitos sobre a área da Serra do Mar e respectivos monumentos (1975); Voto de reconhecimento e gratidão, aprovado por unanimidade pelos membros do CONDEPHAAT, pelos relevantes serviços prestados em prol da causa da preservação do patrimônio histórico e ambiental do Estado de São Paulo (1987); Medalha comemorativa Rodrigo Melo Franco de Andrade (50 anos do SPHAN), por trabalhos atuantes na defesa de nossa memória e cultura (1987); Prêmio CLIO de História da Arquitetura Urbana pelo livro "Álbum iconográfico da Avenida Paulista" - Academia Paulista de História/ SP (1989); Agraciado com o Colar do Centenário pela obra "Prestes Maia e as origens do urbanismo moderno em São Paulo", selecionada como a melhor obra publicada no Estado de São Paulo, na Área de História. Concedido pelo Instituto Histórico e Geográfico de São Paulo (1997).

É autor de vários livros e artigos publicados em periódicos, destacando-se entre outros:

O Real corpo de Engenheiros na Capitania de São Paulo, destacando-se a obra do Brigadeiro João da Costa Ferreira. São Paulo, João Fortes Engenharia, 1981. (Tese de Doutoramento, FAUUSP).

São Paulo: três cidades em um século. 2ªed. aum. São Paulo, Duas Cidades, 1983.

Álbum iconográfico da Avenida Paulista. São Paulo, ExLibris/ João Fortes Engenharia, 1987.

Anhangabaú. São Paulo, FIESP/CIESP, 1989.

Prestes Maia e as origens do urbanismo moderno em São Paulo. São Paulo, Empresa das Artes/ ABCP, 1996.

Livros publicados em colaboração:

- São Paulo: Belle Époque. Texto Benedito Lima de Toledo; desenhos Diana Danon. São Paulo, Ed. Nacional/ EDUSP, 1974.

- A imperial cidade de São Paulo vista por Militão. In: Álbum comparativo da cidade de SãoPaulo, 1862- 1887: Militão Augusto de Azevedo. São Paulo, SMC/DPH, 1981. p. 5-22.

- São Paulo: registros 1899-1940. Texto Benedito Lima de Toledo e José A. V. Pontes. Fot. Acervo Eletropaulo. São Paulo, Eletropaulo, 1982. (Idem, ed. Inglês).

- Do séc. XVI ao início do séc. XIX: maneirismo, barroco e rococó. In: Zanini, W., org. - História geral da arte no Brasil. São Paulo, Inst. Walther Moreira Salles, 1983. v.1
Frei Galvão: um arquiteto paulista. In: Museu de Arte Sacra. Mosteiro da Luz. São Paulo, Artes, 1987. p.31-8.

- Calixto e a iconografia paulistana. In: Pinacoteca do Estado, São Paulo - Benedito Calixto: memória paulista. São Paulo, Projeto/ Banespa/ Pinacoteca do Estado, 1990, p.25-36.

- O edifício na cidade: uma visão urbanística. In: MUSEU Paulista um monumento no Ipiranga. São Paulo, FIESP/CIESP, 1997. p.344-361

- A cidade de Santos: iconografia e história. Revista USP, São Paulo. Engenho dos Erasmos, n. 41, p.48-61, março/maio 1999.

- Robert Chester Smith e a arquitetura no Brasil. In: Robert C. Smith (1912-1975). A investigação na História da Arte. Lisboa, Fundação Calouste Gulbenkian, 2000. p.82-107



Fundador:Pedro Manuel de Toledo. Sucessores: Monteiro Lobato; José Geraldo Vieira; Mário Donato; Paulo Vizioli.




voltar




 
Largo do Arouche, 312 / 324 • CEP: 01219-000 • São Paulo • SP • Brasil • Telefone: 11 3331-7222 / 3331-7401 / 3331-1562.
Imagem de um cadeado  Política de privacidade.