Compartilhe
Tamanho da fonte

cadeira nº 27
FÁBIO LUCAS

Patrono: Conselheiro Ramalho
Fundador: Gama Cerqueira
Aniversário: 27/7/1931
Data de posse: 23/10/1997

Nascido em Esmeraldas, Minas Gerais, Brasil, a 27 de julho de 1931.

Fundador da revista literária Vocação em 1951, em Belo Horizonte.
Fundou, em 1957, em Belo Horizonte, a revista literária Tendência, de vanguarda, que reivindicava compromisso social do escritor.
Professor universitário em várias universidades: 5 do Brasil, 7 dos Estados Unidos e 1 de Portugal.
Membro da Academia Mineira de Letras, eleito em 1960.
Presidente da União Brasileira de Escritores de 1982 a 1986. Novamente eleito em 1994. Diretor do Instituto Nacional do Livro de 1985 a 1986.
Membro da Associação Brasileira de Crítica Literária a partir de 1985.
Membro do júri da Casa de Las Américas, em Havana, Cuba, 1987.
Sócio honorário de The American Association of Spanish and Portuguese.
Autor de mais de duas dezenas de obras de estudos sociais e crítica literária, entre as quais: O Caráter Social da Literatura Brasileira (Rio, Paz e Terra, 1970; 2ª ed. S.Paulo, Quíron, 1976, aumentada); Razão e Emoção Literária (S.Paulo, Duas Cidades, 1982); O Caráter Social da Ficção do Brasil (S.Paulo, Ática, 1985; 2ª ed. 1987); Vanguarda, História e Ideologia da Literatura (S. Paulo, Ícone, 1985); Do Barroco ao Moderno-Vozes da Literatura Brasileira (S. Paulo, Ática, 1989); Crepúsculo dos Símbolos reflexões sobre o livro no Brasil (Campinas, Pontes, 1989); Mineiranças (Belo Horizonte, Oficina de Livros, 1991); Fontes Literárias Portuguesas (Campinas, Pontes, 1991); Cartas a Mário de Andrade (Rio, Nova Fronteira, 1993); Interpretações da Vida Social (S.Paulo, Ícone, 1995), Presença de Cortazar (S.Paulo, Fundação Memorial da América Latina, 1995), Jorge de Lima e Ferreira Gullar: o longe e o perto (Brasília, Thesaurus, 1995), A mais bela história do mundo (S.P. Global, 1996).

Títulos Honoríficos: Personagem do ano no setor de Literatura, em inquérito realizado pelo semanário O Binômio entre jornalistas e intelectuais de Belo Horizonte, MG, em 1962. Professor honorário de “The American for Foreign Trade” de Phoenix, Arizona, USA, onde conferenciou em outubro de 1966 sobre “O Plano de Ação Econômica do Brasil”. Prêmio Jabuti da Câmara Brasileira do Livro, em S. Paulo, setor de “Estudos Brasileiros”, concedido ao livro O Caráter Social da Literatura Brasileira, em 1970. Personalidade cultural de 1981, título concedido pelo Prêmio Fernando Chinaglia da União Brasileira de Escritores, seção do Rio de Janeiro. Prêmio Crítica, “Os melhores de 1982” da Associação Paulista de Críticos de Arte (APCA) pela obra Razão e Emoção Literária. Medalha da Inconfidência, concedida a 21 de abril de 1983 pelo Governador Tancredo Neves do Estado de Minas Gerais. Prêmio “Juca Pato” de 1992, como Intelectual do Ano, conferido pela União Brasileira de Escritores (UBE), juntamente com o jornal “Folha de São Paulo”. Membros dos Conselhos Consultivos ou de Redação das seguintes publicações: “Inéditos (Belo Horizonte, 1976), Encontros com a Civilização Brasileira (Rio, Ed. Civilização Brasileira, 1978-1981), Revista do Núcleo de Estudos Lingüísticos e Literários (Campina Grande, UFPb, 1980), Númen (S. Paulo, Ed. Scortecci, 1989), Signótica (Goiânia, UFG, 1992), Poesia Sempre (Rio, Fundação Biblioteca Nacional, 1993-1996), Remate dos Males (Campinas, Unicamp, 1996-1997). Membro do Conselho Consultivo da Fundação Casa de Rui Barbosa (Portaria 261 de 20 de setembro de 1985). Membro da Association Internacionale des Critiques Littéraires, Paris, 1973. Membro da Academia Paulista de Letras (1997). Membro do Conselho Curador da Fundação Padre Anchieta, S. Paulo. Vice-Presidente da Associação Brasileira de Direitos Reprográficos (ABDR).

Obras Publicadas:

Crítica Literária: Temas Literários e Juízos Críticos Belo Horizonte, Ed. Tendências, 1964.
Compromisso Literário Rio de Janeiro, Livraria São José, 1964. Horizontes da Crítica Belo Horizonte, Ed. MP, 1965.
O Caráter Social da Literatura Brasileira Rio de Janeiro, Ed. Paz e Terra, 1970 (2ª ed. , São Paulo, Ed. Quíron, 1976, aumentada). Fronteiras Imaginárias Rio de Janeiro, Ed. Cátedra, 1971. A Face Visível Rio de Janeiro, Livraria José Olympio, 1973. Poesia e Prosa no Brasil: Clarice, Gonzaga, Machado e Murilo Mendes Belo Horizonte, Ed. Interlivros, 1976. Razão e Emoção Literária São Paulo, Ed. Duas Cidades, 1982. A Ficção de Fernando Sabino e Autran Dourado Belo Horizonte, Edição do autor, 1983. O Caráter Social da Ficção no Brasil São Paulo, Ed. Ática, 1985 (2ª ed., 1987). Vanguarda, História e Ideologia da Literatura São Paulo, Ed. Ícone, 1985. Contos da Repressão (seleção e interpretação) Rio de Janeiro, Ed. Record, 1987. Do Barroco ao Moderno Vozes da Literatura Brasileira São Paulo, Ed. Ática, 1989. Crepúsculo dos Símbolos reflexões sobre o livro no Brasil Campinas, Pontes Editores, 1989. Poemas de Emílio Moura (seleção, interpretação, bibliografia) São Paulo, Art Editora, 1991. Fontes da Literatura Portuguesa Campinas, Pontes Editores, 1991. Mineiranças Belo Horizonte, Oficina de Livros, 1991. Cartas a Mário de Andrade Rio de Janeiro, Ed. Nova Fronteira, 1993. Interpretações da Vida Social São Paulo, Ed. Ícone, 1995. Jorge de Lima e Ferreira Gullar, o longe e o perto Brasília, Ed. Thesaurus, 1995. Literatura e Comunicação na Era da Eletrônica, S. Paulo, Cortez, 2001

Economia e Ciências Sociais : Introdução ao Estudo da Repartição da Renda Belo Horizonte, 1959. A Remuneração do Trabalhador Belo Horizonte, 1959. Conteúdo Social nas Constituições Brasileiras Belo Horizonte, 1959. A Redistribuição da Renda Belo Horizonte, 1963. Igualdade e Desigualdade das Rendas Belo Horizonte, 1963. O Estado Moderno e a Redistribuição pelo Imposto Belo Horizonte, 1963. Iniciação à Macroeconomia Rio de Janeiro, Ed. Forense, 1968. Intérpretes da Vida Social Belo Horizonte, Ed. IP, 1968. Economia e Ciências Sociais (organização, introdução e tradução) Rio de Janeiro, Ed. Zahar, 1969. “Síntese da História Econômica em Minas Gerais” Terra e Povo, Porto Alegre, Ed. Globo, 1970. “O Ferro na História do Brasil e de Minas Gerais” em USIMINAS Revista, ano 7, nº 11, outubro 1976. A Guerra do Brasil (organização, introdução e colaboração), S. Paulo, Textonovo, 2000.

Tradução: Introdução ao Método de Paul Veléry, de André Maurois Campinas, Ed. Pontes, 1990

Ficção: A mais bela história do mundo São Paulo, Ed. Global, 1996

Edição Crítica: Glaura de Silva Alvarenga (ensaio, cronologia e notas ao texto) São Paulo, Companhia das Letras, 1996

Edições Especiais: Presença de Cortazar São Paulo, Memorial da América Latina, 1995. Sobre “Um gosto de mulher” de Carlos Méro São Paulo, Scortecci, 1996. IX Sonetos da Inconfidência São Paulo, Lemos / Giordano, 1999. Ildásio Tavares. Melhores Contos de Marcos Rey (seleção e apresentação), S. Paulo, Global, 1998
Fundador: Gama Cerqueira Sucessores: Manuel Carlos; Vicente de Azevedo; Afrânio Zuccolotto




voltar




 
Largo do Arouche, 312 / 324 • CEP: 01219-000 • São Paulo • SP • Brasil • Telefone: 11 3331-7222 / 3331-7401 / 3331-1562.
Imagem de um cadeado  Política de privacidade.